Morando só com 6 pessoas


Repúblicas

Republica de estudantes (portal G1)

Você passou no vestibular, porém a universidade é distante de casa. Começa agora uma nova etapa da sua vida: além de iniciar o ensino superior, terá que aprender a morar sozinho.

Distante de casa, a convivência em república pode ser a melhor solução. Afinal, você poderá contar com o apoio de pessoas amigas sempre que precisar, dificilmente se sentirá só e, melhor, poderá dividir as várias despesas que a nova fase envolve!

Maturidade financeira

Viver em república não significa somente aprender a dividir tarefas e ter responsabilidades. Ao optar por sair de casa, as pessoas devem ter consciência de que estão dando um passo importante na sua educação financeira.

Veja abaixo em quais aspectos você pode economizar ao morar em república e optar por dividir as despesas com os colegas.

Hora da refeição

Imagine ter que almoçar e jantar fora todos os dias. Por mais barata que seja a refeição, ela acaba por não ser saudável muitas vezes.

Por isso, na hora de morar em república, pode-se eleger alguém responsável por cozinhar, contanto que o restante arque com outros serviços!

Pense numa média de R$ 16 diários com alimentação. Isso resulta em uma despesa de R$ 480 em 30 dias. Com essa quantia, é possível ir ao supermercado e comprar quase duas cestas básicas!

Despesas mais “pesadas”

Morar sozinho é sinônimo de mais liberdade e segurança. Entretanto, dividir o valor do aluguel e do condomínio é bem interessante, já que essas são as duas contas que têm maior peso nas despesas.

Estes valores devem ser repartidos e pagos por todos os moradores, já que são fixos e facilitam na hora do “balanço” do final do mês. É importante também definir as datas para pagamento e cumpri-las.

Há também a possibilidade de negociação destes valores. Antes de ir morar em algum prédio ou casa, pergunte o valor do aluguel para os vizinhos. Isso lhe ajudará a verificar se está pagando caro demais.

Telefone: quem paga a conta?

As tarifas de telefone costumam ser caras, mas as dos aparelhos celulares superam. Por isso, prefira fazer as contas na ponta do lápis junto com os outros moradores de república, a pagar mais com o celular.

As contas devem ser analisadas e cada pessoa deve dizer quais ligações fez. Mesmo que alguma confusão aconteça, o valor pago ainda pode ser inferior ao que seria gasto no celular.

Além das ligações, a linha telefônica deve ser paga, mas este valor é fixo e pode ser dividido entre os moradores da república. Já no caso da internet, a utilização de provedores é cobrada nas contas de telefone e somente as pessoas que usam a rede devem dividi-la. ( porém isso nunca funciona então a melhor saída mesmo é celular pré-pago)

Mais contas…

Os móveis são de utilização de todos. Melhor do que dividir o valor de todos eles, é que cada pessoa arque com a compra de um deles, desde que os preços sejam parecidos. Isso facilita na hora em que alguém sair da república.

Mesmo com os cálculos feitos para o mês, algumas outras despesas podem surgir. Uma lâmpada quebrada, a máquina de lavar com problemas ou a necessidade de mais copos. Com mais pessoas para ajudar no pagamento, essas novas despesas não se transformam em um pesadelo no final do mês.

Acabo aqui as dicas financeiras para esse ano, espero que você saiba como e onde vai gastar o seu 13º salário, ou melhor, a segunda parcela dele né!? Com isso espero também ter ajudado durante os meus 6 últimos Post’s sobre finanças para quem mora só, você ter tomado alguma decisão importante quanto ao seu futuro e com a economia que vai fazer não esqueça de me convidar pra cervejada! mesmo que seja na República! Abraços.

Veja mais em portal G1 da rede Globo

@jorgecavalcante @sozinhocomigo

FONTE: http://www.financaspraticas.com.br

http://revista.vericia.com/tag/morar-sozinho/

Uma reforma inacabada! (parte 2)


Saudações caros leitores solitários e não solitários, estou de volta pra continuar nossa história ou melhor estória real, da minha vida real, sobre a tão, tão, tão longa Reforma Inacabada! Afinal de contas já acontece há um mês e ainda não acabou tá!

Acho que esse mês vou dividir o aluguel com o Dono da casa, já que ele viveu mais tempo aqui que eu mesmo esse mês que na casa.

Bem como combinado vamos ao que interessa…

Dicas para Reforma em CasaMesmo com toda essa demora o negócio mesmo é por a mão na massa nas sua preciosas horas de folga pra acabar a pequena reforma inacabada. Imagina você que já está a três folgas sem descansar e chegando a outra e a casa ainda virada de ponta a cabeça!? Não dá né, então vamos lá!

Combine de alguma maneira com o seu suposto pedreiro como você quer que seja sua casa! Afinal você não quer que ele pinte sua porta de azul calcinha né! – como ele fez na minha – e depois de combinado passe a ajudá-lo nos momentos oportunos. Normalmente como você não tem muita grana mesmo pra pagar um bom pedreiro, o serviço dele e o seu sairão a mesma b…!

Vale a dica pra você que mora com outros colegas (republica) se quer for mudar a cor da casa pinte paredes com cores diferentes fica muito bom! fiz assim na minha casa!

Bem já estamos perto de acabar! espero que no próximo Post possa mostrar o resultado!

Grande abraço

@jorgecavalcante

Chaveiro achado é chaveiro perdido!


Chaves

É incrível como perdemos o nosso chaveiro dentro da nossa própria casa como se fosse uma agulha, ou pior, quando o perdemos na rua, no supermercado, na faculdade, no trabalho ou simplesmente quando não sabemos NEM como perdemos (o mais comum dentre os outros casos).

É só você estar atrasado, impaciente,  nervoso e PRONTO! Perdeu as chaves!!

Como sair de casa?

E só você estar com pressa, cansado, sujo e PRONTO!! Perdeu as chaves!!

Como entrar dentro de casa?

Procuramos até em lugares impróprios para um miolo de chave, mas, na hora do desespero abrir a geladeira pra olhar também é uma opção. Afinal, a vida solitária exige de você aquele famoso momento ócio, ao qual o cansaço faz com que seu cérebro pare ao chegar em casa, largando as chaves em qualquer lugar.

Pensando nesse desespero solitário, resolvemos postar algumas dicas para não ficar do lado de fora ou preso dentro da sua própria casa. Como reagir quando seu “Pombo de Ouro” desaparece?

1. Antes de tudo deixe sempre uma chave reserva com um amigo (confiavél), mais próximo da sua casa, afinal, se você perder o chaveiro precisará fazer as cópias. Se você mora em apartamento, o porteiro pode também ser uma boa opção.

2. Esconder a chave em um bom tapete daqueles com borracha na parte inferior (que grudam no chão), são bons porque a chave fica disponível caso você queira receber alguém na sua ausência. Mas, Cuidado!! Com os olhos alheios.

3. A chave estrela (evite perdê-la, pois a cópia é mais cara que a chave comum), são mais complicadas de esconder devido ao seu tamanho (um tapete nesse caso não seria uma boa opção) , mas, os vasos de planta em frente a porta podem ajudar bastante. Não precisa enterrar a chave, há outras formas de esconder como, em baixo do vaso, pendurado em algum galho e se o vaso estiver no canto da parede, atrás dele também seria legal.

Para aqueles com dificuldades em encontrar o chaveiro para sair de casa ae vai também algumas dicas;

1. Procure sempre perto dos movéis próximos a porta de entrada, o cansaço e a pressa nos leva a distração.

2. Procure dentro do sofá, é incrível como tudo entra dentro do sofá, não se assuste com a quantidade de alimentos, aproveite e limpe o sofá.

3. Sempre verifique sua últimas peças de roupa, principalemente blusas e calças com bolsos.

4. Falando em bolsa, para as meninas com o mundo nos braços, as bolsas são uma grande chance de se perder o chaveiro, procure guardar dentro da bolsa sempre no mesmo lugar.

5. Gavetas, qualquer gaveta procure sempre lá. É quase certeza que encontrará, se não for o chaveiro vai ser aquele objeto que você procura a dias.

É isso!! Para ajudar nesses busca. Em casos de maior desespero, vá até uma loja mais próxima e compre;

– Chaveiros luminosos

– Porta chaves de mesa ou parede

– Dispositivos sonoros para achar chaves.

Para os religiosos segue a oração de São Longuinho, o Santo dos achados e perdidos.

São Longuinho! São Longuinho!
Se eu achar dou três pulinhos.

Não esqueça de pagar a promessa!

Vale TUDO!!  Até Nossa Senhora das chaves perdidas!