Vamos de bike.


bicycle parking

O meio ideal de transporte para quem mora sozinho sem duvida é a bicicleta.

Além de ser o meio de transporte mais simples e barato, é simplesmente perfeito para a galera que mora em apartamento e não tem vaga na garagem. Você pode guardá-la em um cantinho da sala, ou na lavanderia. Uma boa bike pode ser comprada com um investimento em torno de R$30,00 mensais e é facil encontra-las sendo vendidas por ai. Se comparada às tarifas de ônibus ela pode “se pagar” em torno de 3 meses. A segunda economia, vem já com outra vantagem, a economia da academia, pois de quebra, você estará aproveitando um tempo ,que geralmente é desperdiçado, fazendo uma atividade fisica. E também não podemos esquecer que você gastará pouco com combustível (água nem é tão caro).

Atualmente vemos muita repercussão na mídia sobre super-aquecimento, poluição e outras coisas do gênero. A bicicleta é um dos meios de transportes menos poluentes e ainda não necessita de combustível. Com os devidos cuidados e respeitando sempre as leis de trânsito, estaremos ajudando para que tenhamos um trânsito menos caótico.

Além disso, pode ser usada ainda como uma forma de lazer, passeando com a família, namorada, amigos e até mesmo sozinho.

Uma noticia que poucos sabem é que a bicicleta é o veículo individual mais usado no país. A magrela é o meio de transporte próprio mais popular nos pequenos centros urbanos (municípios com menos de 50 mil habitantes), que representam mais de 90% das cidades brasileiras. E, pasme, o maior uso da bike é para ir ao trabalho e, depois, à escola.

Quer desfazer mais um mito? A bicicleta pode ser mais rápida que o carro. Num engarrafamento na capital paulista, por exemplo, os automóveis andam de 5 a 8 quilômetros por hora, enquanto a bike chega a 15. Não seria esse um bom motivo para você aposentar o carro? Então descubra o que tem sido feito para que cada vez mais brasileiros saiam de casa pedalando.

De acordo com a Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – 51% das bicicletas produzidas no Brasil são utilizadas para transporte. São pelo menos, 50 milhões de bicicletas circulando no Brasil. Vejamos os números do Anuário Estatístico de Acidentes de Transito de 2006:

grafico

Apenas por esses números, podemos notar que é 7 vezes mais perigoso andar de carro no Brasil do que de bicicleta.

 

Um problema que poderia haver com o aumento do uso de bikes, é um que já é comum no Japão. No país onde o volume de ciclistas é gigante, a  falta de lugar para estacionar é o grande desafio dos governos.

O problema já está para ser resolvido com uma engenhosa e elegante solução criada por uma empresa de lá. Vejam vocês também e fiquem impressionados.

Falta o que para você comprar a sua bicicleta?

Fenômenos Paranormais (parte um)


Morar sozinho tem algumas coisas engraçadas. Às vezes eu acho que devia haver um “cursinho pré-vestibular”- com avaliação no final – antes das pessoas se aventurarem por esse mundo de confusões.

Sem este cursinho, você acaba tendo que descobrir sozinho fatos incríveis que ninguém nunca te contou antes.

Quando você está na casa dos pais uma incrível mágica acontece diante dos seus olhos e você nem percebe. Não é incrível como um cesto de roupas sujas, vira uma pilha de roupas, limpas, passadas e cheirosa em questão de alguns dias? Ou como a comida sempre está quentinha e gostosa independente de que hora do dia seja?

et

Quando você mora sozinho começa a perceber alguns fenômenos:

Fenômeno um: A incrível historia dos copos com vontade própria:

Eles estão por todo lugar, na sala, no quarto, se multiplicando em cima da pia. Você lava um e aparecem 3 no lugar daquele. É impressionante! Eles aparecem no lugar onde você menos espera. No fogão, dentro do microondas, no guarda-roupas, no banheiro ao lado da privada. Como eles foram parar ali? Às vezes encontro copos sujos ou com resto de cerveja, mesmo tendo a completa certeza que não bebi cerveja na ultima semana.

Fenômeno dois: Lixos que se espalham.

O lixo da casa de quem mora sozinho tem um problema com lugares apertados, por isso, por mais que você os coloque em sacolas ou cestos, eles sempre irão sair e se espalhar pela casa. Você tem certeza que varreu o chão, mesmo ele estando imundo. É você olhar pro lado, que o lixo começa o seu passeio pelos cômodos da casa. E como eles são criaturas carentes, um lixo acaba atraindo o outro. Com o passar do tempo, você tem uma colônia de lixo espalhados pela casa inteira, e ai eles não vão embora nem com ordem de despejo.

Fenômeno três: Visitantes de outro planeta fizeram um ninho na minha geladeira.

Às vezes surgem na minha geladeira, seres que não se parecem em nada com criaturas terrestres. Muitas vezes eles se disfarçam de alimento, mas o cheiro de rato morto não me engana. Neste momento um deles habita um pote dentro da geladeira, mas eu não tenho coragem de abrir para olhar lá dentro. Deixo a vida seguir, ele vive a vida dele e eu vivo a minha.

Na verdade, neste exato momento tem uma coisa lá no fundo da minha geladeira que eu tenho 95% de certeza que é um rato morto. Não tem como não ser.

Fenômeno quatro: Meu ralo usa peruca

Impressionante como meu ralo do dia pra noite amanhece cheio de cabelos, não é possível!! Já vi pessoas com menos cabelo que meu ralo. Tenho absoluta certeza que aquele monte de cabelo não caiu da minha cabeça, caso contrário hoje eu estaria careca.

Vou levar meu ralo pra fazer uma escova progressiva, quem sabe ele para de entupir e me dar trabalho.

@danielpsv

Hoje é Festa lá no meu Apê…


Sim amigos e amigas, morar sozinho tem o seu lado difícil, de problemas, solidão, contas… Ai vocês me pergunta, mas será que só tem coisas ruins?

Eu lhes digo:  Não!! E hoje irei falar sobre a parte mais legal de morar sozinho que é:

A Festa no Apê.

festa01

Existem alguns segredos para uma boa Festa no Apê:

– Misturar um número infinito de pessoas, uma mais diferente do que a outra, em um espaço minúsculo, onde mal vivem 3 pessoas.

– Encher os convidados com um número não conhecido de bebidas. Vale tudo: Vodka vagabunda, cerveja quadrada, caipirinha com gosto de alho (porque não tinha nada pra amassar o limão e amassaram no socador de alho), leite de um mês atrás com jurupinga, água das plantinhas… Enfim, é líquido? Manda pra dentro.

– Não esquente muito a cabeça com comida. As pessoas dão pouca importância para este item. Nada de cozinhar, arroz, fazer lasanha, essas coisas. O segredo é comprar vários salgadinhos. Um monte de “Torcida” de tudo quanto é sabor resolve seus problemas.

-Esconda tudo, eu disse TUDO, que seja valioso para você, e que você não queira que quebre. Quadros, estátuas, livros, ursos de pelúcia, CDs, aparelhos de DVD, pratos, copos e seus animais de estimação. Essas coisas geralmente não duram mais de duas horas em um ambiente como esse.

– Não aceite em hipótese alguma “amigo do amigo” na sua festa. Geralmente eles não trazem nada, bebem mais que todo mundo, catam a menina que você ta afim, derrubam bebida no seu sofá e no outro dia não irão nem se lembrar da sua cara.

Continuar lendo

Um banho de problemas, num mundo de água gelada


Tomar um banho quentinho é um dos poucos prazeres que (ainda) podemos ter na vida. Você esta naquele momento glorioso do banho, quando a água quente ta caindo, você pensando na vida, relaxando… e de repente ouve-se um barulho de algo explodindo, a água fica gelada, sua cabeça ta cheia de xampu e você tem um problema…

A resistência do chuveiro explodiu.

banho gelado

Isso era muito simples quando eu era criança, eu desligava a água e chamava meu pai. Acontece que agora você mora sozinho, não tem mais o papai pra dar aquela força. Primeiro bate o desespero, depois a preguiça, depois o desespero de novo… E ai, só então, você decide que chegou a hora de fazer alguma coisa a respeito. Tomar banho de canequinha o resto da vida, já não é uma opção (eu espero)

Então a brincadeira começa:

  • Vá ao mercado e compre uma resistência nova, do mesmo modelo que a “finada” que queimou no seu chuveiro.
  • Lembre-se primeiro de desligar a chave geral para não ser fritado. (Se você não fizer isso, tudo que os bombeiros vão encontrar são um bocado de cinza, do que antes era um ser humano).
  • Retire o bocal do chuveiro (e tome um banho com a água que ficou retida lá e agora encharcou sua roupa)
  • Use uma faca de pão para retirar os fios chamuscados
  • Troque a resistência antiga pela nova, observando a polaridade.
  • Ligue o fio ANTES de ligar a luz geral.
  • Abra a torneira, apenas para descobrir que você QUEIMOU o bicho novamente porque a resistência estava seca.

Se essas dicas não foram úteis, nada de pânico. Quando você comprar a resistência nova, as instruções da embalagem serão bem mais claras e seguras.

Andei pensando e acho que existe algum hormônio que meu corpo exala e sempre queima a resistência do meu chuveiro (sério, isso já aconteceu durante o MEU banho umas 8 vezes no ultimo SEMESTRE).

Se você mora sozinho e isso nunca aconteceu…

Relaxa, curta seu banho quentinho, uma hora acontece e pelo menos você já está preparado para o que vier.