Dinheiro, Dinheiro e mais Dinheiro


O ano está escorregando para o meio, já estamos adentrando o mês 4 e não podemos ficar parados. Nós aqui do sozinho comigo vamos buscar dicas de como ganhar e guardar dinheiro para que a bela fama de que quem mora só é sempre um “duro” saia do nosso rico vocabulário.

Uma ótima dica para começar é que para ganhar dinheiro primeiro você tem que aprender a não gastar. Na verdade não é assim tão radical mais você deve saber pra onde está indo seu dinheiro e só assim poderá então pensar em guardar.

Essa já é uma dica meio saturada sabemos disso, mais se VOCÊ não fizer isso jamais vai conseguir controlar suas finanças.

O velho e bom bloquinho de bolso é a maneira mais excepcional de se fazer isso, pois ele sempre estará perto de você (no seu bolso) toda vez que fizer um gasto, é nesta hora que ele entra em ação e ai você anota tudo. Não tente achar que não precisa que vai lembrar depois, conversa fiada tem que anotar sim. E depois leve os dados do dia para uma planilha de Excel que você mesmo pode fazer. (veja o modelo na figura). Há varias na internet de graça é só buscar no Google.

Para dar uma forcinha para você encontramos esse site MUITO bom com muitas dicas de Consumo Consciente http://www.akatu.org.br/ nele você pode se cadastrar é totalmente gratuito e receber no seu e-mail dicas diárias de consumo e economia pessoal. Além de ótimas dicas de como limpar o nome e também de financiamentos, outro que trás dicas perfeitas sobre isso é o site do banco Itaú (não é propaganda tá) é dica mesmo!!! São tão uteis que pode ajudar a você a ficar bem de vida se seguidas corretamente e com cautela.

Aproveite a dicas para ficar de boa com seu DINHEIRO. Afinal não existe formula secreta de ficar RICO e é obvio que se existisse ninguém seria trouxa de dar essa informação de graça ou simplesmente escrever em livros para vender a 39,90 certo!? Então saiba que seu dinheiro é responsabilidade sua.

@jorgecavalcante

Anúncios

Desperdício, o grande vilão!


Quando se fala em desperdício, logo vem à mente aquela imagem de um prato de comida sendo jogado fora ou aqueles alimentos guardados que perdem a validade no armário.

No entanto, além desse tipo de desperdício que deve sim ser combatido, existem outros que, muitas vezes, a gente nem percebe. Sabe aquela revista que você assinou há uns cinco anos e que hoje chega e permanece fechada por um bom tempo? Pois é, ela representa um gasto que deve ser avaliado. Na época de renovação da assinatura, tente um acordo com a editora por um preço melhor ou cancele a publicação até que suas finanças estejam resolvidas.

E aquela mensalidade do clube que você freqüenta “de vez em nunca”? Claro que você é sócio desde criança e fica imaginando, um dia, levar seus filhos para curtirem a piscina no fim de semana. Mesmo tendo consciência de que este futuro lhe parece bem distante, você prefere manter o gasto, talvez por hábito ou por tradição.

Por essas e outras, a mensalidade é debitada todo mês da sua conta e você nem percebe. Que tal vender o título? Além de receber uma “graninha” com a venda, ainda vai economizar, mês a mês, com as mensalidades, que eram pagas à toa.

Endividamento

Imagine a cena: você está doida atrás de uma blusinha nova para ir ao aniversário da melhor amiga no sábado. Na chegada ao shopping, a compra passa a incluir brinco, bolsa, cinto e sapato para compor o traje.

Mania feminina? Nem sempre! Atire a primeira pedra aquele que nunca se empolgou na superprodução para sair com a namorada e acabou gastando muito mais do que devia!

Pois outra forma de evitar o desperdício e o endividamento é justamente controlando as compras por impulso. Sabe aquela esteira elétrica que você tanto queria e prometeu utilizá-la todas as noites depois da faculdade? Pois é… Hoje ela está lá, no meio do quarto, servindo de cabide. Mas as prestações que você fez, em dez vezes, continuam caindo, pontualmente, no dia 20 de cada mês.

Tentativas

Você já está cansado de saber que é necessário se planejar financeiramente para garantir uma reserva de emergência e chegar ao fim do mês sem rombos no orçamento. Mas tem certeza de que já tentou, por todos os lados, cortar gastos e agora não tem mais onde economizar. Será mesmo?

Muitas vezes, gastos que antigamente não faziam diferença no final do mês, hoje se tornam verdadeiros vilões das suas finanças e você nem percebe que são supérfluos, já que os incorporou às suas despesas.

Que tal rever planilhas antigas e refazer algumas contas? Na hora de economizar, vale abrir mão de determinados hábitos, que hoje nem fazem mais tanta diferença no seu dia-a-dia, mas cujo corte será um grande alívio no final do mês.

@jorgecavalcante

Quer abrir uma conta bancária?


Independência financeira. Quem não sonha em conquistá-la? Ter uma conta bancária, ser responsável pelo seu próprio dinheiro. Pois essa hora chegou para você! Conseguiu o sonhado emprego e agora tem em mãos seu primeiro salário!

Para que esse momento marque o início da sua bem-sucedida trajetória financeira, é indicado você observar alguns aspectos importantes. Pequenos cuidados que você pode, e deve incorporar em seu dia-a-dia!

Os vilões: Cheque especial e cartão de crédito nem sonhar no começo, se você perceber que tem crédito e estiver em uma balada está ferrado, e sem falar que os juros passam dos 5% ao dia.

Opte pelo débito automático no inicio assim você só vai gastar o que realmente pode, não se esqueça de separar 10% de sua receita (salário) todo mês, essa reserva pode salvar sua vida em momentos de desesperos e ainda te deixar tranqüilo quando estiver desempregado.

Mais se você for teimoso e optar por não seguir as regras anteriores tente essas:

Além de se preocupar com seu bolso, é importante estar atento também à sua segurança. Confira abaixo algumas medidas importantes:

  • Nas compras com cartão de crédito ou débito, mantenha-o em local seguro, solicitando sua devolução logo após o uso. Confira se o cartão devolvido é realmente o seu;
  • Evite emprestar o seu cartão para terceiros e não forneça dados pessoais, como senha e números de contas;
  • Evite passar o número do seu cartão de crédito, em voz alta, em locais públicos, como aeroportos, shoppings etc.;
  • Assim que receber seu talão de cheques, confira se a numeração das folhas corresponde àquelas informadas pelo banco na carta de envio; o passo seguinte é desbloquear as folhas;
  • Não ande com o talão inteiro na carteira. Selecione algumas folhas e marque no contracheque que elas estão com você. Assim, caso você seja roubado, não precisa sustar o talão inteiro;
  • Muita atenção ao emitir pré-datados. Não importa qual data esteja marcada para a compensação: cheque é considerado pagamento à vista;

Em breve volto com mais dicas de movimentações financeiras para os solitários de plantão. Afinal ter dinheiro não é só para o grandes.

@jorgecavalcante

 

 

FONTE: http://www.financaspraticas.com.br

http://revista.vericia.com/tag/morar-sozinho/

 

Será que estou pronto para morar sozinho?


O sonho: Ter mais que um canto, uma casa toda, cuidar das suas coisas, acordar e dormir o quanto tempo quiser e deixar a casa desarrumada ou desordenada da maneira que só você sabe onde as coisas estão. Para quase todos os jovens esse é o mundo perfeito e será o próximo passo da sua vida de mudanças. Afinal a vida não tem só as fases comuns como se conhece: Criança, pré-adolescente, adolescente e adulto. Teríamos que acrescentar mais uma logo após o adolescente e antes do adulto, é a fase Morar Sozinho. Mas e ai você está preparado para isso?

Tudo tem seu preço! Até morar só!

E de preço eu gosto de falar. Se você pensa que morar só é apenas ter todas as sonhadas liberdades está enganado, você tem que estar muito bem  preparado financeiramente para encarar esse joguinho de solitário, ou você vai ficar mamando na teta do papai o tempo inteiro!? Ai isso não é ser independente.

Então vamos pôr no lápis o que você precisa para sua nova jornada. Anota ai; reservar grana para o imóvel (seja comprado ou alugado), móveis e eletrodomésticos e uma possível reforminha inacabada.

Há e os mensais tá! Condomínio, luz, gás, água, telefone, internet, mercado e muitos outros sem previsão.

Percebeu que morar sozinho não é mole, não quero desanimar você, na verdade quero que vá preparado para encarar a realidade então é hora de planejar, isso mesmo planejar para morar sozinho.

Primeiro:

Alternativa para economizar é a possibilidade de morar em uma republica lá você nunca estará sozinho mais também não terá seus pais te dando bronca porque chegou tarde.

Segundo:

Se você ver que ainda não é tempo de viver assim! Então é melhor ficar quietinho na casa do papai e se planejar financeiramente. Vamos ver como fazer isso em 6 passos no proximo POST (Quer abrir uma conta bancária?) já que o assunto é longo, e saberemos ainda quanto custa morar só em diferentes parte do País.

Suas Finanças nunca mais serão as mesmas e com as dicas você vai realizar sonhos que jamais imaginou antes fazer.

Abraços e até o proximo.

@jorgecavalcante