Coisas para saber: Morar Sozinho


Encontrei este video que mais parece um tutorial sobre a vida de quem mora sozinho.

Muito bom o texto, a montagem, a ideia.

Se você mora sozinho a algum tempo, aposto que irá se identificar em algum momento. Se ainda não mora, este video vai aumentar a sua vontade… ou diminui-la… sei la!

Deixe o seu comentario dizendo o que achou…

Abraços

@danielpsv

Morando só com 6 pessoas


Repúblicas

Republica de estudantes (portal G1)

Você passou no vestibular, porém a universidade é distante de casa. Começa agora uma nova etapa da sua vida: além de iniciar o ensino superior, terá que aprender a morar sozinho.

Distante de casa, a convivência em república pode ser a melhor solução. Afinal, você poderá contar com o apoio de pessoas amigas sempre que precisar, dificilmente se sentirá só e, melhor, poderá dividir as várias despesas que a nova fase envolve!

Maturidade financeira

Viver em república não significa somente aprender a dividir tarefas e ter responsabilidades. Ao optar por sair de casa, as pessoas devem ter consciência de que estão dando um passo importante na sua educação financeira.

Veja abaixo em quais aspectos você pode economizar ao morar em república e optar por dividir as despesas com os colegas.

Hora da refeição

Imagine ter que almoçar e jantar fora todos os dias. Por mais barata que seja a refeição, ela acaba por não ser saudável muitas vezes.

Por isso, na hora de morar em república, pode-se eleger alguém responsável por cozinhar, contanto que o restante arque com outros serviços!

Pense numa média de R$ 16 diários com alimentação. Isso resulta em uma despesa de R$ 480 em 30 dias. Com essa quantia, é possível ir ao supermercado e comprar quase duas cestas básicas!

Despesas mais “pesadas”

Morar sozinho é sinônimo de mais liberdade e segurança. Entretanto, dividir o valor do aluguel e do condomínio é bem interessante, já que essas são as duas contas que têm maior peso nas despesas.

Estes valores devem ser repartidos e pagos por todos os moradores, já que são fixos e facilitam na hora do “balanço” do final do mês. É importante também definir as datas para pagamento e cumpri-las.

Há também a possibilidade de negociação destes valores. Antes de ir morar em algum prédio ou casa, pergunte o valor do aluguel para os vizinhos. Isso lhe ajudará a verificar se está pagando caro demais.

Telefone: quem paga a conta?

As tarifas de telefone costumam ser caras, mas as dos aparelhos celulares superam. Por isso, prefira fazer as contas na ponta do lápis junto com os outros moradores de república, a pagar mais com o celular.

As contas devem ser analisadas e cada pessoa deve dizer quais ligações fez. Mesmo que alguma confusão aconteça, o valor pago ainda pode ser inferior ao que seria gasto no celular.

Além das ligações, a linha telefônica deve ser paga, mas este valor é fixo e pode ser dividido entre os moradores da república. Já no caso da internet, a utilização de provedores é cobrada nas contas de telefone e somente as pessoas que usam a rede devem dividi-la. ( porém isso nunca funciona então a melhor saída mesmo é celular pré-pago)

Mais contas…

Os móveis são de utilização de todos. Melhor do que dividir o valor de todos eles, é que cada pessoa arque com a compra de um deles, desde que os preços sejam parecidos. Isso facilita na hora em que alguém sair da república.

Mesmo com os cálculos feitos para o mês, algumas outras despesas podem surgir. Uma lâmpada quebrada, a máquina de lavar com problemas ou a necessidade de mais copos. Com mais pessoas para ajudar no pagamento, essas novas despesas não se transformam em um pesadelo no final do mês.

Acabo aqui as dicas financeiras para esse ano, espero que você saiba como e onde vai gastar o seu 13º salário, ou melhor, a segunda parcela dele né!? Com isso espero também ter ajudado durante os meus 6 últimos Post’s sobre finanças para quem mora só, você ter tomado alguma decisão importante quanto ao seu futuro e com a economia que vai fazer não esqueça de me convidar pra cervejada! mesmo que seja na República! Abraços.

Veja mais em portal G1 da rede Globo

@jorgecavalcante @sozinhocomigo

FONTE: http://www.financaspraticas.com.br

http://revista.vericia.com/tag/morar-sozinho/

Hora de lazer: e os direitos onde fica?


Faculdade, trabalho e muito jogo de cintura para conciliar tantos compromissos durante a semana. Depois da correria, nada mais justo do que curtir muito os merecidos momentos de lazer.baladinhas

Balada, barzinho, conversa com os amigos. Mesmo na hora da diversão, é importante estar atento a alguns detalhes que podem ter grande efeito no seu bolso. Por isso, é importante saber como funciona a cobrança nesses estabelecimentos e quais direitos estão garantidos pelo Código de Defesa do Consumidor.

Segundo a Fundação Procon de São Paulo, as irregularidades mais comuns encontradas em fiscalizações periódicas nesses locais da cidade são a cobrança de multa por perda da comanda, obrigação de consumação mínima e a não-aceitação de pagamentos por meio de cheques de contas com menos de um ano.

Perda de comanda

De acordo com o Procon(procure o da sua região), a aplicação de multa por perda de comanda (em média, de R$ 300) é abusiva. Mas, como fica a discussão? A pessoa diz que gastou R$ 20, a casa noturna alega que pode ter havido algum ato de má-fé e, por precaução, cobra o valor superior.

Com base nisso, existem possibilidades: a primeira de, por meio de negociação, conseguir esclarecer o caso, recusando-se ao pagamento; a segunda opção é arcar com o custo, mas exigir uma nota fiscal, onde esteja discriminado que aquela cobrança era referente à perda de comanda. Com o documento em mãos, a indicação é procurar um órgão de defesa do consumidor para exigir seus direitos.

Consumação mínima

O cenário não é muito incomum: a entrada custa R$ 30, com direito à consumação. Quem foi curtir a noite acha que conseguiu um ótimo negócio: na prática, a entrada será gratuita. No entanto, essa facilidade também é proibida.

Segundo o Procon, o estabelecimento pode cobrar quanto quiser pelo ingresso, mas não pode considerá-lo consumação mínima, pois os clientes que não utilizam o saldo para comprar bebidas e petiscos no local acabam prejudicados (são obrigados a pagar mesmo sem ter consumido). É preciso atenção, portanto, a esse “benefício”.

Couvert artístico

Bares e restaurantes podem repassar aos clientes os gastos com couvert (entrada das refeições) e com o couvert artístico (apresentações artísticas ao vivo). No entanto, o que a casa noturna deve fazer é informar sobre a cobrança aos clientes, antes que eles tenham entrado e sentado às mesas.

Os preços são livres e variam de acordo com o artista convidado e com o perfil da casa. Não existe uma tabela, segundo o Procon-SP.

Preço e forma de pagamento

dinheiroA palavra de ordem no que diz respeito ao pagamento pelo lazer é informação. Os preços dos produtos devem estar claros no cardápio. Devem ser informados ainda se existe a cobrança de gorjeta – que é opcional ao cliente – e formas de pagamento aceitas no local.

Uma vez que casa noturna ou qualquer outro comércio aceite cheques, não pode haver discriminação por tempo de conta.

Sua segurança

Ninguém imagina que uma noite de diversão pode acabar gerando dor de cabeça. Mas roubos e furtos podem acontecer com qualquer um e, principalmente, em qualquer lugar.

Segundo o Procon, o estabelecimento guarda o dever de vigilância e de segurança dos clientes. No entanto, não são os órgãos de defesa do consumidor que respondem nesses casos.

Se uma dessas situações ocorrer, é necessário primeiro procurar a gerência. Não havendo solução, o cliente deve ir até uma delegacia e fazer um boletim de ocorrência.

Multa

As operações de fiscalização do Procon normalmente ocorrem com outros órgãos de defesa do consumidor. Algumas são pontuais, próximas a datas comemorativas, como dia dos pais, dos namorados etc.

As multas empregadas, no caso de irregularidades, variam de R$ 212 a R$ 3 milhões, funcionando como advertência. No caso de reincidência, o local pode, inclusive, ser temporariamente fechado.

Faça sua parte!

Como consumidor, você precisa estar atento aos seus direitos. No momento em que escolher o local onde vai curtir seus momentos de lazer, informe-se sobre formas de pagamento, preço e outros detalhes.

E um outro detalhe importante, para você que é estudante: casas noturnas e bares estão livres da obrigação de conceder meia-entrada. Informe-se!

Pronto agora sim vamos a Balada!

@jorgecavalcante

Compre um microondas


Exatamente hoje, faz um ano que estou morando no meu atual apartamento. Me lembro claramente a dificuldade que foi para aluga-lo (esta historia fica pra um outro post). Tenho a lembrança clara também de um conselho valioso que ganhei de uma grande amiga: “Você precisa de um microondas”, e realmente, depois do microondas, minha vida mudou. Tudo ficou mais prático, rápido e fácil.

Pensando nisso resolvi parodiar aquele texto do “Use Filtro Solar  (To Wear Sunscreen) da jornalista do Chicago Tribune e que ficou famosa na voz do Pedro Bial.

Confira o original aqui e divirta-se com a versão para a galera que mora sozinha:

Senhoras e Senhores que moram, moraram ou morarão sozinhos:

Se eu pudesse dar um conselho em relação ao futuro, eu diria: “comprem um microondas”. Os benefícios, em longo prazo, do microondas, na residência de quem vive sozinho, foram cientificamente provados, os demais conselhos que dou baseiam-se unicamente em minha própria experiência de morar sozinho. Eis aqui os conselhos:

  • Desfrute do poder e da beleza de sua liberdade.
    Ah, esqueça! Você só vai compreender o poder e a beleza de sua liberdade quando estiver vivendo em uma casa com mais 8 filhos e 9 sobrinhos.Mas, acredite em mim. Dentro de 20 anos, você olhará suas fotos e compreenderá, de um jeito que não pode compreender agora, quantas oportunidades se abriram para você e o quanto viver sozinho era realmente fabuloso. Você não é tão solitário quanto você imagina.
  • Não se preocupe com o futuro! Ou se preocupe, se quiser, sabendo que a preocupação é tão eficaz quanto tentar resolver um problema de torneira pingando usando um chiclete. É quase certo que os problemas que realmente têm importância em sua vida são aqueles que nunca passaram por sua mente, como os que você terá com o seu síndico para explicar a festinha que rolou até às quatro da manha em uma terça-feira ociosa.
  • Todos os dias faça alguma coisa que te assusta (como limpar o banheiro por exemplo).
  • Cante.
  • Não trate os sentimentos alheios de forma irresponsável.
    E não tolere aqueles que agem de forma irresponsável em relação a você.
  • Use fio dental, mas, não para sair na rua.
  • Não perca tempo com a inveja. Algumas vezes você ganha, algumas vezes perde.
    A corrida é longa e, no final, tem que contar só com você.
  • Lembre-se dos elogios que recebe e esqueça os insultos.
    Se conseguir fazer isso, diga-me como (nos comentários do blog).
  • Guarde suas cartas de amor e jogue fora seus extratos bancários antigos. Os extratos novos, é bom guarda porque sempre tem um que você esqueceu de pagar.
  • Estique-se.
  • Não sinta culpa se não sabe muito bem o que quer da vida.
    As pessoas mais interessantes que eu conheço não tinham, aos 22 anos, nenhuma idéia do que fariam na vida. Algumas das pessoas interessantes de 40 anos que conheço ainda não sabem.
  • Tome bastante cálcio e seja gentil com seus joelhos.
    Você sentirá falta deles quando não funcionarem mais.
  • Talvez você case, talvez não. Talvez tenha filhos, talvez não. Talvez divorcie-se aos quarenta, talvez dance uma valsinha quando fizer 75 anos de casamento.
    O que quer que faça, não se orgulhe nem se critique demais. Todas as suas escolhas tem 50% de chance de dar certo. Como as escolhas de todos os demais.
  • Curta seu corpo da maneira que puder.
    Não tenha medo dele ou do que as outras pessoas pensem dele. Ele é seu maior instrumento. (Sacou?!)
  • Dance.
    Mesmo que o único lugar que você tenha para dançar seja sua sala de estar.
  • Leia todas as instruções.
    Mesmo que você não as siga.
  • Não leia revistas de beleza.
    A única coisa que elas fazem é mostrar você como uma pessoa feia. Tente não se olhar no espelho também… pelo mesmo motivo.
  • Saiba entender seus pais. Você nunca sabe a falta que vai sentir deles.
  • Seja agradável com seus irmãos.
    Eles são seu melhor vínculo com seu passado e aqueles que, no futuro, provavelmente nunca deixarão você na mão.
  • Entenda que amigos vão e vêm, mas que há um punhado deles preciosos, que você tem que guardar com carinho.
  • Trabalhe duro para transpor os obstáculos geográficos e da vida, porque quanto mais você envelhece mais precisa das pessoas que conheceram você na juventude.
  • More em apartamento, mas mude-se antes que a cidade transforme você em uma pessoa dura.
  • More em república, mas mude-se antes de tornar-se uma pessoa muito mole.
  • Viaje.
  • Aceite certas verdades eternas:
    Os preços sempre vão subir;
    Os seus amigos são todos mulherengos; e
    Você também vai envelhecer.
  • E, quando envelhecer, vai fantasiar que, quando você era jovem:
    Os preços eram acessíveis;
    Os amigos eram nobres de alma;
    E as crianças respeitavam os mais velhos.
  • Respeite as pessoas mais velhas. Inclusive a dona Maricota do apartamento de baixo
  • Não espere apoio de ninguém. É sério!!
    Talvez você tenha uma aposentadoria (vai sonhando), talvez tenha um cônjuge rico (vai rezando), mas você nunca sabe quando um ou outro pode desaparecer. Por isso tenha animais de estimação.
  • Não mexa muito com seu cabelo, senão quando tiver quarenta anos, vai ficar com a aparência da dona Maricota do 32.
  • Tenha cuidado com as pessoas que lhe dão conselhos, mas seja paciente com elas.
    Conselho é uma forma de nostalgia. Dar conselho é uma forma de resgatar o passado da lata de lixo, limpá-lo, esconder as partes feias e reciclá-lo por um preço maior do que realmente vale.

Mas, acredite em mim sobre o microondas.

@daniepsv

Você está preparada para morar sozinha?


Nós do Sozinho Comigo temos um grande volume de leitoras, e é importante perceber que, na maioria das vezes, as meninas são mais inseguras na decisão de sair de casa se comparadas com os meninos.

Graças a uma tuitada do @morosozinho, enconttrei este teste da Revista Contigo, que mede em 16 perguntas simples, se você realmente se você está apta a sair de casa.

Vale a pena a visita.

Faça o teste clicando aqui

Até

@daniepsv

Passeio de Domingo nas Férias!


Bem não fui eu que descobri isso mais para começar de forma legal vou disser assim…

Eu descobri um lugar muito Show de Bola para passar o tempo nestas férias aos Domingos ou mesmo nos dias da semana para quem vai ficar na cidade de São Paulo, principalmente na Zona Norte.

É o Parque da Juventude, e se você costuma sair só esse lugar é muito bom para novas amizades, sem falar que lá você pode brincar ou praticar vários esportes radicais nas pistas de skate, bikes, além das muitas quadras para pratica de futsal, vôlei, futebol de areia entre outros, ciclovia e natureza para simplesmente jogar conversa fora, “eu disse jogar conversa fora” tá! Não vale jogar lixo no parque!

Há aulas gratuitas de várias modalidades o dia todo, inclusive à noite. Ainda dispõe de uma lanchonete, bebedouros e banheiros, inclusive adaptados para portadores de deficiência.

Os horários de funcionamento do parque são:

Área Central:
De segunda a domingo, das 6:00 às 21:30.

Área Esportiva:
Segunda-feira das 06:00 as 24:00.
Terça-feira a sábado das 06:00 as 02:00.
Domingo das 06:00 as 23:00.

Quer saber como chegar lá! então clika aqui

Abraços te vejo no Parque da Juventude.

@jorgecavalcante

Desperdício, o grande vilão!


Quando se fala em desperdício, logo vem à mente aquela imagem de um prato de comida sendo jogado fora ou aqueles alimentos guardados que perdem a validade no armário.

No entanto, além desse tipo de desperdício que deve sim ser combatido, existem outros que, muitas vezes, a gente nem percebe. Sabe aquela revista que você assinou há uns cinco anos e que hoje chega e permanece fechada por um bom tempo? Pois é, ela representa um gasto que deve ser avaliado. Na época de renovação da assinatura, tente um acordo com a editora por um preço melhor ou cancele a publicação até que suas finanças estejam resolvidas.

E aquela mensalidade do clube que você freqüenta “de vez em nunca”? Claro que você é sócio desde criança e fica imaginando, um dia, levar seus filhos para curtirem a piscina no fim de semana. Mesmo tendo consciência de que este futuro lhe parece bem distante, você prefere manter o gasto, talvez por hábito ou por tradição.

Por essas e outras, a mensalidade é debitada todo mês da sua conta e você nem percebe. Que tal vender o título? Além de receber uma “graninha” com a venda, ainda vai economizar, mês a mês, com as mensalidades, que eram pagas à toa.

Endividamento

Imagine a cena: você está doida atrás de uma blusinha nova para ir ao aniversário da melhor amiga no sábado. Na chegada ao shopping, a compra passa a incluir brinco, bolsa, cinto e sapato para compor o traje.

Mania feminina? Nem sempre! Atire a primeira pedra aquele que nunca se empolgou na superprodução para sair com a namorada e acabou gastando muito mais do que devia!

Pois outra forma de evitar o desperdício e o endividamento é justamente controlando as compras por impulso. Sabe aquela esteira elétrica que você tanto queria e prometeu utilizá-la todas as noites depois da faculdade? Pois é… Hoje ela está lá, no meio do quarto, servindo de cabide. Mas as prestações que você fez, em dez vezes, continuam caindo, pontualmente, no dia 20 de cada mês.

Tentativas

Você já está cansado de saber que é necessário se planejar financeiramente para garantir uma reserva de emergência e chegar ao fim do mês sem rombos no orçamento. Mas tem certeza de que já tentou, por todos os lados, cortar gastos e agora não tem mais onde economizar. Será mesmo?

Muitas vezes, gastos que antigamente não faziam diferença no final do mês, hoje se tornam verdadeiros vilões das suas finanças e você nem percebe que são supérfluos, já que os incorporou às suas despesas.

Que tal rever planilhas antigas e refazer algumas contas? Na hora de economizar, vale abrir mão de determinados hábitos, que hoje nem fazem mais tanta diferença no seu dia-a-dia, mas cujo corte será um grande alívio no final do mês.

@jorgecavalcante